Relatório de locação: como não se preocupar com documentos necessários para declaração do Imposto de Renda?

 

Todo começo de ano é assim: compromisso com IPVA, IPTU, matrícula dos filhos na escola, compra de uniforme, material escolar e Imposto de Renda. Ninguém gosta de se preocupar com contas a pagar, mas muitas pessoas ficam mais ansiosas com a papelada necessária para preparar a declaração ao leão do que com qualquer outra coisa. Afinal, juntar toda papelada pode ser a parte mais burocrática do imposto, pois requer levantar comprovantes de ganhos e despesas de todo o período anterior. 


“A nossa recomendação é que uma pessoa ao colocar seu imóvel para alugar ou ao ser o locador, confiram antes de assinarem o contrato com a imobiliária como ela procede em relação aos documentos necessários para entrega do imposto de renda. Esse cuidado pode evitar muita dor de cabeça ao longo do tempo”, recomenda Danielli Prestes, gerente de locação da Bidese Imóveis.


Para amenizar esse desgaste, a Bidese Imóveis já se antecipou com relação ao envio dos relatórios necessários para que os donos de imóveis por ela administrados possam realizar suas declarações com tranquilidade e segurança, já que o prazo está cada vez mais próximo. Desde o início de fevereiro, a Receita Federal já está com todas as informações, tanto dos proprietários, como dos locatários da empresa. O envio desses relatórios foi feito através do Sistema de Declaração de Informações sem Atividades Imobiliárias (Dimob).


Thais Torres Ferreira, Supervisora Administrativa de Locação, afirma que os clientes da Bidese receberam também um relatório para acompanhamento. “Essa ação foi tomada para que proprietários e inquilinos não corram o risco da declaração do imposto de renda ficar retida, havendo a possibilidade da aplicação de juros e multa por atraso”, esclarece.
“A Bidese Imóveis preza muito pelo comprometimento com esses relatórios pois sabemos da sua necessidade para elaboração da declaração de todos os nossos clientes”, salienta a administradora. 


Para cadastrar rendimentos e gastos o contribuinte precisa reunir notas fiscais, dados bancários e baixar o programa da Receita. Neste ano, devem declarar o IR quem recebeu rendimentos tributáveis acima de R$ 28.559,70, em 2019. O prazo final para a declaração do Imposto de Renda 2020 é 30 de abril. 

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Posts Em Destaque

Como preparar seu imóvel para uma venda mais rápida e com maior valorização

July 3, 2018

1/2
Please reload

Posts Recentes
Please reload

Arquivo
Please reload

Procurar por tags
Please reload

Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square